sexta-feira, janeiro 26, 2007

Sobre quem sou eu...

Alguém que já mudou muito de ambientes na vida, mas exteriormente mudou pouco, amadureceu sim, acoplando um pouquinho de experiências e conhecimento em cada um dos lugares exóticos (ou não) pelos quais já passou nestes dezoito aninhos.De cada uma das pessoas que conheci, dos lugares em que morei, dos grupos a que pertenci, das situações que passei, dos livros que li, trago um aprendizado, ou ao menos uma boa lembrança.Como na música, às vezes me pego pensando na quantidade de pessoas deixadas para trás, nas dezenas de amizades não cultivadas com o passar dos anos. Mas não me entristeço, cada uma destas pessoas, algumas mais outras menos, ainda está comigo, constituindo um pedacinho do que hoje sou.Da vida não quero mais além de crescer, crescer sempre, crescer em conhecimento, crescer em alma. Não quero mais do que amar a todas as pessoas que merecem, e tenho razões para acreditar que muitas pessoas neste mundo, mesmo as mais discriminadas, ou talvez principalmente estas, mereçam. Não quero mais do que conseguir reconhecer sempre o quão pequena sou perante tudo que há, aceitando assim o eterno aprendizado, venha do doutor, do catador de papelão, do comunista, da velhinha esclerosada, ou do universitário. Não quero mais do que poder voltar sempre aqui para aperfeiçoar o “quem sou eu”. Haverá dias em que eu escreverei lindos textos, um dia escreverei um lindo poema, um dia escreverei um poema ruinzinho, outro dia postarei uma bonita música e haverá o dia em que serão apenas reticências... Em cada um destes dias só uma coisa será constante, serei sempre eu, e estarei sempre aqui pronta para ajudar quem de mim precise e a sempre precisar de vocês.

2 comentários:

Jouber Castro disse...

Pra mim você é tudo isso mais alguém que eu adoro...

Beijo!

Ana Laís disse...

oi fran...
muito legal seu texto... senti que realmente era você, hehehe, e posso dizer sem medo de errar que me identifiquei muito com a descrição.
Acho que tudo que o vemos, fazemos e até deixamos de fazer, constituem o que somos hoje.
Como você disse, muitas pessoas que passaram por mim, eu perdi a chance de cultivar uma amizade melhor, mas posso jurar que não as esqueço de forma alguma, pois querendo ou não, fizeram parte da minha vida...
O seu blog está muito legal... E seus textos são gostosos de ler, o que para mim é bom, já que sou muito distraída e atrapalhada, é dificil eu me prender em uma leitura... hahaha...
sempre que posso (e lembro, não vou negar, sou esquecida também) eu passo aqui...
obrigada pelo comentário no meu blog..
beijoss
até segunda...